Petrobras aprova estudos para venda da BR e refinarias, diz fonte

A privatização da maior distribuidora de combustíveis do Brasil, reduziria a participação da estatal na Petrobras para até 40%

Rio de Janeiro — O Conselho de Administração da Petrobras aprovou uma revisão do Plano de Negócios e Gestão 2019-2023 nesta sexta-feira, que prevê estudos para a privatização da BR Distribuidora, reduzindo a participação da estatal na companhia dos atuais 71,25 para até 40 por cento, disse uma fonte a par das negociações.

Na semana passada, um executivo da Petrobras havia dito que a fatia na BR, maior distribuidora de combustíveis do Brasil, provavelmente seria reduzida para menos de 50 por cento.

A forma e o cronograma para a venda da participação na empresa ainda serão estudados, disse a fonte, na condição de anonimato.

A partir dos ajustes, o plano também prevê a venda de refinarias da Petrobras fora do eixo Rio-São Paulo, segundo a fonte. Mas estudos para modelo, cronograma e demais detalhes ainda serão realizados pela companhia.

No plano anterior para a área de refino, lançado ano passado, a empresa previa a venda de 60 por cento da participação em ativos de refino e logística no Nordeste e Sul do país.

Procurada, a Petrobras não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.