Paulo Leme é novo presidente do Goldman Sachs no Brasil

Antigo presidente, Alejandro Vollbrechthausen, irá para Nova York tratar de assuntos da América Latina

São Paulo – O economista Paulo Leme foi anunciado como o novo presidente do escritório brasileiro do Goldman Sachs.

O anúncio foi feito aos funcionários hoje, 18, e passará a valer com a aprovação do banco Central.

Leme irá substituir o mexicano Alejandro Vollbrechthausen, que regressa a Nova York para exercer a função de Head para FICC Latin America Sales. Vollbrechthausen comandou o escritório brasileiro do banco por quatro anos.

O economista brasileiro era chairman do Goldman Sachs Brasil, chamado Brasil Banco Múltiplo AS, cargo criado em 2012 e ocupado por ele pela primeira vez.

Ele ingressou no banco em 1993, foi nomeado Managing Director em 1998 e foi corresponsável pela equipe de pesquisas na América Latina, com foco em Brasil e México. Depois, se uniu ao departamento de investimentos.

Já Vollbrechthausen será o chefe da área de renda fixa, câmbio e commodities do Goldman Sachs para a América Latina.

Ele começou seu trabalho no banco em 2001 como Vice-presidente de FX Latin America Sales. Foi nomeado Managing Director em 2003 e sócio em 2006.

A sucessão já vinha sendo discutida no banco e Vollbrechthausen e Leme vinham trabalhando em parceria desde que o brasileiro voltou de Nova York para ser chairman do banco no Brasil. “Será um processo de continuidade e, ao mesmo tempo, vamos extrair mais sinergias entre a operação local e a global com Alex em Nova York”, disse Leme ao Valor Econômico.