Parada em Sudbury não reduz produção de níquel, diz Vale

Empresa deve retomar até o final de fevereiro a normalidade de suas operações na região, em Ontário

Rio de Janeiro – A Vale não espera nenhum impacto na produção anual de níquel refinado como resultado da parada temporária em suas minas de Sudbury, no Canadá, informou a empresa nesta terça-feira.

A companhia deve retomar até o final de fevereiro a normalidade de suas operações na região, em Ontário, onde suspendeu atividades após acidente no final de janeiro que provocou a morte de um trabalhador. O funcionário, Stephen Perry, morreu após o desmoronamento de rocha na mina Coleman, da Vale.

A companhia afirma que está gradualmente retomando as operações de suas minas subterrâneas em Ontário.

A Vale informou no dia 6 de fevereiro que começou a retomar as operações em suas cinco minas de níquel e cobre em Sudbury após suspender operações na semana anterior.