Para Hering, fórmula de crescimento ainda não se esgotou

Presidente da empresa, Fábio Hering, acredita que a empresa novamente crescerá com mais do mesmo

São Paulo – Pela terceira vez consecutiva, a Hering ganhou o prêmio de melhor companhia do setor de têxteis do prêmio Melhores e Maiores, da revista EXAME. Na visão de Fábio Hering, presidente da empresa, ainda é possível crescer com mais do mesmo – a frase, inclusive, foi igualmente utilizada pelo executivo em 2011.

Fábio reconhece, no entanto, que a base de comparação para o desempenho deste ano será forte. No ano passado, a empresa abriu seu recorde de novas lojas, com 83 unidades. Ao gerir suas 430 lojas, a maior parte delas franqueadas, buscou diminuir custos e tornar a distribuição mais eficiente. Não por acaso, a empresa foi a que apresentou a maior rentabilidade do segmento: 31,9%, seguida pela empresa Beira Rio, com 22,9%, e Lupo, com 21,1%.

“Este ano será desafiador: a demanda desacelerou e vamos passar por um ciclo de ajustes”, disse. Ainda assim, a Hering continuará apostando no crescimento orgânico. Eventuais aquisições também podem acontecer, embora a empresa não tenha nenhuma companhia  no radar.