Panasonic planeja cortar pela metade cobalto em baterias para carros

Fabricantes têm buscado reduzir o conteúdo de cobalto em baterias de lítio, conforme os preços de minerais mais raros cresceram nos últimos anos

Tóquio- A Panasonic planeja reduzir pela metade o conteúdo de cobalto em suas baterias automotivas produzidas em larga escala em um período de “dois a três anos”, disse um executivo do conglomerado japonês nesta quinta-feira, conforme produtoras de baterias buscam reduzir custos.

“Do ponto de vista de pesquisa e desenvolvimento, nós já alcançamos tais baterias”, disse Yoshio Ito, chefe do negócio automotivo da Panasonic, durante uma mesa redonda com a mídia.

“Mas nós precisamos avançar vários processos de evolução” antes de iniciar produção em massa, disse ele.

A Panasonic, fornecedora exclusiva de baterias para a atual produção de modelos da Tesla, disse anteriormente que visava desenvolver baterias sem cobalto, mas não deu uma previsão de quando.

Fabricantes de baterias têm buscado reduzir o conteúdo de cobalto em baterias de lítio, conforme os preços de minerais mais raros cresceram nos últimos anos, e com a expectativa de que a ampla disseminação de carros elétricos leve à escassez de cobalto.