Os países com as empresas mais corruptas do mundo

Elaborada pela ONG Transparência Internacional, pesquisa traz os países campeões do Índice de Suborno Empresarial

São Paulo – O Brasil passou de 17º para 14º lugar no ranking que avalia a disposição das empresas em pagar propina para fecharem contratos no exterior. 

Em sua sexta edição, o Bribe Payers Index analisa a inclinação de empresas a oferecer suborno quando negociam fora de seu país de origem. O ranking é elaborado pela ONG Transparência Internacional (IT), que divulgou os resultados de 2011 ontem, quarta-feira.

Os Brics fazem feio na lista: Rússia e China seriam as mais corruptas, e a India fica em 9º lugar. As nações europeias Holanda e Suíça aparecem como as mais honestas.

A avaliação vai de zero a dez, e quanto menor a nota, maior a probabilidade de corrupção. Os 7,7 obtidos pelo Brasil mostram que as companhias que atuam fora do território nacional apresentaram alguma atividade corrupta no período avaliado.

Criado a partir de questionários aplicados a mais de 3.000 executivos de empresas de todo o mundo, o resultado se restringiu ao país de origem das maiores firmas de atuação internacional, sem mencionar nomes de empresas.