Os números impressionantes da Comic Con de SP, a maior do mundo

Evento espera receber 220 mil pessoas e envolve 140 marcas e sete estúdios. Veja alguns números que mostram o potencial da cultura pop para os negócios:

São Paulo – Acontece até amanhã em São Paulo a CCXP 2017 (Comic Con Experience 2017), o maior evento de cultura pop do mundo. Isso mesmo: maior do mundo, pelo menos em público.

A expectativa da organização é receber nada menos que 220 mil pessoas até o final do evento, bem mais do que os 130 mil visitantes da Comic Con original, que acontece desde 1970 em San Diego, nos Estados Unidos.

O negócio é gigante e envolve 140 marcas e sete estúdios. A organização não divulga dados de vendas e faturamento, mas a estimativa é de que o evento movimente algo na cifra de R$ 50 milhões na capital paulista, segundo a Veja SP.

Veja a seguir alguns números que mostram o tamanho do evento e do potencial da cultura pop para os negócios:

Público

O público na CCXP 2017, feira espera 220 mil pessoas até amanhã O público na CCXP 2017, feira espera 220 mil pessoas até amanhã

O público na CCXP 2017, feira espera 220 mil pessoas até amanhã (Edu Lopes/Galpão de Imagens/CCXP2017/Divulgação)

A primeira Comic Con em São Paulo aconteceu em 2014 e atraiu 97 mil pessoas. No ano seguinte, o público cresceu 46% e ficou em 142 mil visitantes. Em 2016, um novo salto de 40% levou público da conferência para 196 mil pessoas. Agora, a tendência é que o tamanho do público se estabilize: para este ano, a expectativa dos organizadores é atrair 220 mil pessoas. Tamanho público fez com que a Comic Com São Paulo superasse a convenção original, realizada em San Diego desde 1970. Neste ano, o evento por lá recebeu 130 mil pessoas.

Área

A praça de alimentação da CCXP2017; evento ocupa uma área de 115 mil m² A praça de alimentação da CCXP2017; evento ocupa uma área de 115 mil m²

A praça de alimentação da CCXP2017; evento ocupa uma área de 115 mil m² (Gustavo Scatena/Galpão de Imagens/CCXP2017/Divulgação)

Se o público se multiplicou nos últimos anos, o espaço da convenção também precisou crescer. Em 2014, a feira ocupou 39 mil m² no São Paulo Expo (que na época chamava-se Centro de Convenções Imigrantes). Em 2015, foram 55 mil m² (crescimento de 41%). Já em 2016 e em 2017, a área dedicada à conferência chegou a 115 mil m² (aumento de 194%). O staff também precisou acompanhar esse crescimento: se em 2014 eram 400 pessoas na organização, hoje são 1.200.

Marcas

O estande da Marvel, com poltrona do Pantera Negra, na CCXP2017 O estande da Marvel, com poltrona do Pantera Negra, na CCXP2017

O estande da Marvel, com poltrona do Pantera Negra, na CCXP2017 (Gustavo Scatena/Galpão de Imagens/CCXP2017/Divulgação)

São 140 marcas expondo produtos e itens para coleção, num total de 120 estandes. Dentre elas estão a livraria Saraiva e a editora LeYa, cujos estandes trazem réplicas do trono de Game of Thrones. A Riachuelo e a Lupo também estão presentes. Esta última investiu 450 mil reais para participar da convenção.

Convidados

O "Artist’s Alley", onde o público pode encontrar quadrinistas brasileiros e internacionais O “Artist’s Alley”, onde o público pode encontrar quadrinistas brasileiros e internacionais

O “Artist’s Alley”, onde o público pode encontrar quadrinistas brasileiros e internacionais (Flávio Battaiola/Galpão de Imagens/CCXP2017/Divulgação)

Dentre as atrações do evento estão cerca de 100 artistas de cinema e séries de TV convidados e mais de 500 quadrinistas. O ator Will Smith, que está no filme “Bright”, e a atriz Alicia Vikander, de “Tomb Raider: A Origem” são algumas das atrações. Ao todo, sete estúdios participam da eição. São eles: Sony, Warner Bros., HBO, Netflix, Fox, Century Fox e Marvel Studios.

Perfil e renda

Público aguarda na fila para entrar na CCXP2017 Público aguarda na fila para entrar na CCXP2017

Público aguarda na fila para entrar na CCXP2017 (Gustavo Scatena/Galpão de Imagens/CCXP2017/Divulgação)

Com ingressos a partir de R$ 150 (preço da meia entrada durante a semana), a CCXP 2017 tem nos jovens da classe C a maior parte do seu público. Segundo os organizadores, 60% dos visitantes são classe C, 25% são das classes A-B e 15% são da classe D.

Quando observada a idade do público, a maioria (39%) tem entre 19 e 25 anos. Na divisão por sexos, os homens ganham: são 57% do público da feira. Metade desse público, aliás, vem de fora da cidade.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. André Costa dos Santos

    Tá longe de ser a maior do mundo. A maior é a Comiket no Japão com mais de 500.000 visitantes. Depois vem Lucca Comics & Games na Itália com 270.000 ano passado.