Os bilionários brasileiros que ficaram mais pobres, segundo a Forbes

Quatro brasileiros tiveram suas fortunas reduzidas neste ano; perdas chegam a 800 milhões de dólares

São Paulo – Apesar de o número de brasileiros bilionários ter saltado de 18 para 30 no ranking da Forbes, alguns ricaços no Brasil perderam fortuna na comparação com a lista apresentada no ano passado. No conjunto, esses bilionários perderam 800 milhões de dólares. A maior perda foi de Guilherme Peirão Leal, dono de 25% das ações da Natura, que viu sua fortuna despencar 400 milhões de dólares, caindo de 2,1 bilhões de dólares, em 2010, para 1,7 bilhão de dólares neste ano. Já a posição no ranking do empresário caiu do lugar 463º para o 763º.

Outros brasileiros que também perderam dinheiro, segundo a Forbes,  foram João Alvez Queiroz Filho, dono do grupo Hypermarcas,  que teve sua fortuna reduzida de 1,6 bilhão de dólares para 1,4 bilhão de dólares; Elie Horn, controlador da Cyrela, e Liu Ming Chung, da chinesa Nine Dragons, que perderam 100 milhões de dólares cada um na comparação com 2010. Agora, Horn possui 2,1 bilhões de dólares, e Chung, 1,6 bilhão.

Dentre os 30 brasileiros listados, Eike Batista continua o mais rico do Brasil e o oitavo do mundo. O dono do grupo EBX teve sua fortuna avaliada em 30 bilhões de dólares pela Forbes.