Os 10 maiores bilionários brasileiros de 2019, segundo a Forbes

A lista da Forbes conta com um número recorde de bilionários este ano: são 206 no país, 26 a mais que no ano anterior

O empresário Jorge Paulo Lemann, sócio do 3G Capital, quase perdeu o posto do homem mais rico do Brasil, que ocupa há sete anos. Segundo a Forbes, o banqueiro Joseph Safra ocupou a primeira posição durante quase todo o ano. Mas, no momento de fechar a lista, Lemann voltou ao topo, com uma fortuna de 104,7 bilhões de reais.

O levantamento da Forbes Brasil foi divulgado hoje, 25, e conta com um número recorde de bilionários: são 206 no país, 26 a mais que no ano anterior. A lista internacional da Forbes, /divulgada em março, mostrava Safra como o maior bilionário do país.

O megainvestidor ocupa o topo desde 2013, quando ultrapassou Eike Batista. No entanto, sua grande aposta na fabricante de alimento Kraft Heinz não entregou os resultados esperados e, como consequência, os investimentos de Lemann através do 3G também perderam valor.

Preocupada em cortar custos com a fusão, a gigante de alimentação não acompanhou as mudanças de comportamento dos consumidores. “Agora sou um dinossauro que está se mexendo para não entrar em extinção”, disse o investidor em evento em julho. 

“Nunca foi nosso forte sermos próximos aos clientes. Sempre fomos muito eficientes em produzir e em cortar custos, mas nunca fomos craques em ficar perto da clientela. É algo que precisamos aprender”, afirmou. É por isso que o investidor tem viajado com mais frequência, especialmente para a China, para conhecer tecnologias da área digital. 

Já Joseph Safra, maior banqueiro do mundo, aumentou seu patrimônio em 19,31 bilhões de dólares no ano. Ele é dono de um império bancário, o banco Safra no Brasil, o J. Safra Sarasin na Suíça e o Safra National Bank, nos Estados Unidos. O bilionário também tem investimentos imobiliários e, ao lado de José Cutrale, é dono da Chiquita Brands, maior produtora de bananas do mundo.

Veja abaixo quem são os 10 maiores bilionários do Brasil, segundo a Forbes Brasil.

 

Nome Fortuna Idade Origem do Patrimônio
Jorge Paulo Lemann R$ 104,71 bilhões 80 anos Bebidas/Investimentos
Joseph Safra R$ 95,04 bilhões 81 anos Setor bancário
Marcel Herrmann Telles R$ 43,99 bilhões 69 anos Bebidas/Investimentos
Eduardo Saverin R$ 43,16 bilhões 37 anos Internet/Facebook
Carlos Alberto Sicupira e família R$ 37,35 bilhões 69 anos Bebidas/Investimentos
André Esteves R$ 20,75 bilhões 50 anos Setor bancário
Luis Frias R$ 20,34 bilhões 56 anos Pagamentos móveis/mídia
Joesley Batista R$ 14,78 bilhões 47 anos Alimentos
Wesley Batista R$ 14,78 bilhões 49 anos Alimentos
Candido Pinheiro Koren de Lima R$ 13,82 bilhões 73 anos Saúde