Oi avalia desistência da LetterOne em fusão com TIM

A companhia de investimentos LetterOne não tem mais interesse em apoiar os esforços para uma possível fusão da operadora com a TIM

São Paulo – A operadora de telecomunicações Oi informou nesta quinta-feira que avaliará as possibilidades de consolidação no mercado brasileiro, após ter sido informada de que a companhia de investimentos LetterOne não tem mais interesse em apoiar os esforços para uma possível fusão da operadora com a TIM.

A LetterOne, do bilionário russo Mikhail Fridman, afirmou que a TIM, controlada pela Telecom Italia, disse que não quer entrar em mais negociações sobre a facilitação de uma fusão com a Oi.

Diante da recusa da TIM, a LetterOne afirmou que não poderá mais seguir com o plano que era visto pela Oi como uma forma de melhorar sua situação financeira e competitiva no Brasil.