OGX inicia produção em dezembro no campo de Tubarão Martelo

Com a perfuração de quatro poços, a previsão é que a produção chegue a entre 20 mil e 30 mil barris de petróleo por dia, até abril de 2014

Rio de Janeiro – Com a chegada da FPSO OSX-3, a petroleira OGX, do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, começará a produzir no campo de Tubarão Martelo, na Bacia de Campos, com a ligação de um poço.

Com a perfuração de quatro poços, a previsão é que a produção a ser iniciada em dezembro chegue a entre 20 mil e 30 mil barris de petróleo por dia, até abril de 2014, afirmou nesta quarta-feira o gerente executivo de reservatórios e reservas da OGX, Armando Ferreira.

Além disso, Ferreira informou que, “na semana passada”, o poço OGX-68HP, no campo de Tubarão Azul, voltou a produzir. “O 68 entrou, se não me engano, na semana passada”, disse Ferreira. Com isso, a OGX está com dois poços produzindo em Tubarão Azul, com produção de 10 mil barris de petróleo por dia. O outro poço é o OGX-26HP.

Segundo Ferreira, a companhia ainda estuda a perfuração de um quarto poço. O poço Tubarão Azul-1 está parado. “No Tubarão Azul-1, a gente ainda tem que intervir”, afirmou Ferreira.

Ainda segundo Ferreira, o plano de desenvolvimento da área de Tubarão Martelo segue os trâmites normais de aprovação pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Respostas aos questionamentos da ANP foram enviadas pela OGX e a aprovação sairá “em breve”, na avaliação de Ferreira.