OGX identifica presença de petróleo em poço da Bacia de Santos

Foi encontrada uma coluna com hidrocarbonetos de aproximadamente 330 metros

São Paulo – A OGX identificou a presença de hidrocarbonetos no poço OGX-30 da Bacia de Santos. O poço situa-se a 105 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de aproximadamente 150 metros. A sonda Ocean Quest iniciou as atividades de perfuração no dia 11 de janeiro de 2011.

Foi encontrada uma coluna com hidrocarbonetos nos carbonatos albianos de aproximadamente 330 metros, com extensivo fraturamento ao longo de 50 metros da seção do poço.

“Essa descoberta nos permitiu confirmar o modelo geológico para essa região para que possamos, a partir de então, iniciar a delimitação para essa descoberta”, afirmou Paulo Mendonça, diretor geral e de exploração da OGX, em comunicado divulgado hoje (12/5).

A descoberta foi realizada na seção albiana (rochas formadas entre 99,6 milhões e 112 milhões de anos atrás) do poço 1-OGX-30-RJS, no bloco BM-S-58, em águas rasas da Bacia de Santos. A OGX detém 100% de participação no bloco.

Essa descoberta está localizada em área contigua a acumulação de Belém, descoberta pelo poço OGX-17 e cujo plano de avaliação de descoberta foi recentemente aprovado pela ANP no bloco BM-S-56. Ambas as descobertas apresentam coluna equivalente e estruturas que podem se complementar aumentando ainda mais a sinergia para a produção, segundo a empresa.

Foi realizado um teste de formação que forneceu parâmetros de reservatório, incluindo alta pressão e alta temperatura, e possibilitou a análise do fluido. A análise mostrou que o gás apresenta maior poder calorífico). A próxima etapa será realizar testes de produção com equipamentos adequados às pressões e temperatura do poço.