OGX é multada em R$ 200 mil por ANP por perfuração irregular

No começo do mês, órgão já havia indeferido outro recurso interposto pela petrolífera fundada por Eike Batista

São Paulo – A OGX foi multada em 200 mil reais pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) por ter realizado perfuração e testes no bloco S-M-314, na bacia de Santos, sem autorização do órgão regulador. Após ter recurso negado, a companhia petrolífera fundada por Eike Batista pagou a quantia relativa à infração na última quinta, dia 14.

De acordo com o Valor Econômico, essa foi a segunda derrota da OGX na ANP nos últimos dias. Segundo a publicação, a agência também indeferiu no dia 6 um recurso da empresa contra a metodologia adotada para o cálculo dos volumes de condensado não medidos no período de fevereiro a junho no Campo de Gavião Real, na Bacia do Parnaiba.

“Agora, a ANP fará o cálculo das participações devidas e notificará a OGX para pagamento”, afirmou o jornal.

Em recuperação judicial desde 30 de outubro, a OGX tem colecionado uma série de más notícias nos últimos tempos. Um exemplo foi o comunicado feito na segunda, dia 18, dando conta que a petrolífera malaia Petronas desistira da compra de participações em campos pertencentes à companhia brasileira na Bacia de Santos.