Odebrecht quer retirar brasileiros da Líbia ainda hoje

Segunda a empresa, 187 brasileiros deverão ser resgatados

Rio de Janeiro – A Construtora Odebrecht está mobilizada para retirar ainda hoje (22) os seus funcionários da Líbia, onde uma revolta popular tenta tirar do governo o ditador Muamar Kadafi, há mais de 40 anos no poder. A informação foi dada pela assessoria de imprensa do grupo Odebrecht.

A construtora brasileira tem 5 mil trabalhadores de diversos países trabalhando na Líbia. O grupo dos brasileiros é de 187 pessoas, entre funcionários, mulheres e filhos.

Segundo a assessoria, a operação de retirada dos brasileiros deverá ser efetuada por via aérea, em voos de carreira e aviões fretados.

A Odebrecht está em operação na Líbia desde 2007, onde tem contratos no valor de US$ 1,4 bilhão, para a construção de dois terminais do aeroporto internacional da capital líbia (Trípoli) e para a criação de um anel rodoviário na cidade.