“O Yahoo! me f…”, diz ex-presidente Carol Bartz

Demitida por telefone, Bartz falou à Fortune sobre a saída do cargo e também o que pensa de seu sucessor

São Paulo – “Essas pessoas me f…”, disse Carol Bartz, sobre o conselho do Yahoo!, após ser demitida da empresa por meio de um telefonema do chairman, Roy Bostock. Bartz telefonou para a revista Fortune para dar suas impressões sobre a demissão.

Na terça-feira, Bartz havia telefonado para Roy Bostock, chairman do Yahoo! Ao atender, ele começou a ler uma declaração preparada por advogados para demiti-la. Para Bartz, aquilo era um script. “Porque você não tem colhões de me dizer você mesmo?”, perguntou ao chairman. Ao final do telefonema, ela disse que já tinha entendido o recado: “Pensei que você tivesse mais classe”, disse.

Bartz entrou na empresa em janeiro de 2009. À Fortune, ela disse que o Yahoo! queria ver a receita crescer, mesmo tendo sido alertado de que isso não aconteceria até 2012. Os resultados da empresa desde a nomeação de Bartz foram irregulares. No último trimestre, o Yahoo havia conseguido um aumento do lucro líquido anualizado de 11%, e um crescimento de 5% na receita.

Para Bartz, uma parceria entre o Yahoo! e a Microsoft ajudaria a companhia no longo prazo. Ela atribui a impaciência dos diretores nessa situação às críticas que eles enfrentaram quando recusaram uma lucrativa possibilidade de vender o Yahoo! para a Microsoft em 2007. “Agora eles estão tentando provar que não são os idiotas que são”, disse.

Sobre o successor, Tim Morse, Bartz disse que ele é um ótimo rapaz. Mas, perguntada sobre quem ela pensa que deveria assumir no futuro, ela indicou o próprio nome. “Eles deveriam me colocar dentro. Eu saberia o que fazer”, disse.

“Eu quero ter certeza que os funcionários não pensem que eu os abandonei. Eu nunca os abandonaria”, disse Bartz. “Eu tenho muitas roupas roxas”, afirmou, em uma alusão à cor do logo do Yahoo! Bartz enviou um comunicado aos funcionários, após ser demitida:

Para todos,

Estou muito triste em dizer que acabei de ser demitida por telefone pelo chairman do Yahoo! Foi um prazer trabalhar com todos vocês e desejo a vocês apenas o melhor.

Carol

Veja um trecho de uma entrevista da desbocada Bratz no Wall Street Journal antes da demissão:

http://s.wsj.net/media/swf/VideoPlayerMain.swf