O futuro do agronegócio brasileiro, segundo 13 especialistas

Veja as opiniões dos participantes do EXAME Fórum Agronegócio sobre o que está no horizonte de um setor fundamental para a retomada econômica do país

São Paulo — O evento EXAME Fórum Agronegócio, que aconteceu nesta quinta-feira (28), em São Paulo, discutiu os principais desafios e perspectivas no horizonte de um setor fundamental para a retomada econômica do país.

Líderes de grandes empresas do agronegócio brasileiro participaram do encontro, que também contou com representantes de governos, consultorias e startups de destaque no segmento.

Os debates abordaram temas como o crescimento no consumo de orgânicos, a necessidade de criar uma “marca Brasil” no contexto do agronegócio global e a urgência de oferecer ao consumidor mais transparência sobre a origem dos alimentos que ele leva à mesa.

Veja a seguir 13 depoimentos concedidos durante o evento sobre os diversos tópicos abordados nos debates:

Marco Túlio Moraes da Costa, diretor de agronegócios do Banco do Brasil, analisa os principais entraves para a eficiência no campo e as soluções para esses desafios:

Fernando Galletti de Queiroz, presidente do Minerva Foods, compartilha os planos da empresa para 2018 e discute saídas para os principais gargalos do setor:

Antônio Flávio de Lima, Superintendente Executivo de Agricultura de Goiás, analisa as perspectivas para o agronegócio no estado e diz quais são os principais obstáculos para a eficiência do setor como um todo:

Nizan Guanaes, fundador do Grupo ABC, fala sobre o que ainda falta para consolidar o Brasil como símbolo de potência do agronegócio na cabeça dos consumidores:

Pedro Paulo Diniz, fundador e CEO da Fazenda da Toca, fala sobre as oportunidades trazidas pelo aumento do consumo de alimentos orgânicos no Brasil:

Luiz Herrisson, diretor de sustentabilidade do Walmart, fala sobre como conciliar rentabilidade, sustentabilidade e transparência no setor:

Rodrigo Santos, presidente da Monsanto para a América do Sul, diz quais são as principais mudanças no consumo de alimentos no Brasil e como as empresas podem aproveitar as oportunidades geradas por essas novidades:

Vasco Picchi, sócio-fundador da Safe Trace, fala sobre as novas exigências do consumidor e alternativas para construir cadeias produtivas de alimentos mais transparentes:

Maurício Adade, presidente da DSM para a América Latina, fala sobre os principais gargalos e oportunidades para a exportação de produtos do setor:

Paula Cadette, diretora financeira da Granol, analisa as perspectivas para o mercado de soja e biodiesel:

Marcos Bertoni, diretor da Cantagalo/CGG, analisa os principais entraves para a eficiência do campo e discute perspectivas para o segmento:

Luciano Pascon, CEO da Frigol, fala sobre as principais oportunidades abertas para o setor de agronegócio, sobretudo no mercado de carne bovina:

 

Renata Farina, supervisora da Caterpillar, fala sobre o momento atual vivido pelo setor e os planos da empresa para 2018: