Nova governadora de Tóquio deixará cargo na Renault

Desde abril de 2013 ela representava a Nissan ao lado de Hiroto Saikawa, vice-presidente da montadora japonesa

Yuriko Koike, primeira mulher eleita governadora de Tóquio, vai deixar o conselho administrativo da montadora francesa Renault, para o qual foi designada em 2013 por indicação da sócia e acionista japonesa Nissan.

“Koike comunicou a intenção de pedir demissão do cargo de administradora da Renault”, informou a empresa.

Desde abril de 2013 ela representava a Nissan ao lado de Hiroto Saikawa, vice-presidente da montadora japonesa.

Yuriko Koike, de 64 anos, venceu no domingo a eleição para o governo da metrópole de Tóquio, que tem 13,6 milhões de habitantes. Ela recebeu 44% dos votos em uma disputa que teve o número recorde de 20 candidatos.

Koike é integrante do Partido Liberal Democrata (PLD), presidido pelo primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, mas foi candidata sem o apoio do partido.