Nike supera estimativas de lucro com produtos de alta margem

A maior fabricante de tênis do mundo teve lucro melhor que o esperado pelo nono trimestre seguido, enquanto as vendas de produtos de maior margem subiram

A Nike, maior fabricante de tênis do mundo, teve lucro melhor que o esperado pelo nono trimestre seguido, enquanto as vendas de produtos de maior margem subiram e mais clientes compraram em suas lojas próprias e site na Internet.

Os lançamentos de tênis nas populares categorias esportivas de basquete e corrida estão ajudando a Nike a migrar clientes para produtos de maior margem e para seu canal direto de vendas, enquanto sobem as vendas de indumentária esportiva.

O canal direto da Nike inclui lojas próprias e seu negócio de Internet, que têm margens mais altas que as vendas para os clientes atacadistas.

As encomendas de empresas para entrega de setembro a janeiro subiram 17 por cento, excluindo flutuações cambiais, até o fim do primeiro trimestre fiscal.

Em média, os analistas esperavam que as encomendas crescessem 10,3 por cento, ante 13 por cento no fim do quarto trimestre fiscal, de acordo com a Consensus Metrix.

A companhia disse que o lucro líquido subiu 23 por cento, para 1,18 bilhão de dólares, ou 1,34 dólar por ação, no primeiro trimestre fiscal, ante 1,19 dólar previsto pela média dos analistas.