Negócios no setor de energia crescem 160% no 1º trimestre

Segundo relatório da KPMG, no período 13 fusões e aquisições foram anunciadas no Brasil

São Paulo – 13 fusões e aquisições no setor de energia foram fechadas no primeiro trimestre no Brasil, segundo relatório da KPMG. O montante é 160% maior na comparação com o mesmo período de 2013, quando cinco negócios foram anunciados.

Segundo a KPMG, das negociações anunciadas, nove foram doméstica, três de capital estrangeiro adquirindo, de brasileiro, capital de empresa estabelecida no Brasil e uma de capital estrangeiro adquirindo, de estrangeiros, capital de empresa estabelecida no país.

Para Paulo Guilherme, sócio da KPMG, apesar da crise que o setor de energia está enfrentando, a promessa de recuperação da economia brasileira somada às perspectivas positivas para os leilões estão gerando um impacto positivo e aquecendo a indústria nacional de energia.

 “Isso se reflete no número de operações domésticas que representam 70% do total de transações”, afirmou o executivo.