Natura e Carrefour Espanha: imersão nas redes sociais

Empresas contam suas experiências com colaboração na web em evento nesta quinta-feira

São Paulo – O conceito de sustentabilidade tem sido associado às causas ambientais, mas a Natura e o Carrefour Espanha vão além desta definição. “Sustentabilidade 2.0” foi o tema das apresentações feitas pelas empresas no evento Gestão 2.0, promovido nesta quinta-feira (29)  pelo TerraForum, em São Paulo. Por esse termo, eles mostraram como as companhias têm usado a web e a colaboração dos usuários em busca do equilíbrio das relações entre patrões, funcionários e consumidores.

“Com a web 2.0, as pessoas comuns se tornaram tão importantes quanto os presidentes de empresas”, avalia Renato Dias, gerente de internet da Natura. Segundo ele, a empresa optou por entrar para as redes sociais não apenas para aumentar lucros, mas também para melhorar o relacionamento com empregados, parceiros e clientes.

O primeiro passo para introduzir os funcionários ao mundo 2.0 foi criar uma comunidade virtual interna, a Natura Nós. Assim, eles poderiam treinar e tomar gosto pelas redes colaborativas e, a partir dali, entrar em contato direto com os consumidores. Depois, vieram blogs e perfil no Twitter – todos com o intuito de solucionar dúvidas e coletar ideias e sugestões de internautas.

Também com o interesse voltado para as experiências dos usuários, o Carrefour Espanha criou o “Yo llego a fin de mes” (do espanhol, “eu chego ao fim do mês”), um blog e rede social sobre economia e poupança que dá dicas e casos de consumidores que chegam ao final do mês sem dívidas.

A página tem uma média de 115 mil visualizações por mês e 60 mil usuários únicos. Nele, qualquer pessoa pode criar um perfil, inserir informações pessoais, postar dicas e comentários, além de manter uma rede de amigos.

Para Francesco Cardi, palestrante do case e Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Weblogs SL, empresa desenvolvedora do blog Yo Llego, os pontos fracos do projeto são a pouca exploração de temas mais polêmicos e a ainda insuficiente integração entre o blog e o portal oficial do Carrefour Espanha.