Leia carta do presidente da Microsoft sobre degola de 18 mil

Presidente executivo da companhia de tecnologia enviou hoje uma carta aos funcionários que explica a demissão de 18 mil pessoas

São Paulo – O  presidente da Microsoft, Satya Nadella anunciou  em carta hoje que cortaria 18.000 funcionários de sua folha de pagamentos, o equivalente a 14% da força de trabalho da empresa . Leia a carta, dirigida aos funcionários da Microsoft e publicada no site da companhia, e veja as suas razões.

De: Satya Nadella

Para: Todos os funcionários

Data: 17 de julho de 2014, às 5:00 a.m. PT

Assunto: Começando a fazer  nossa organização e nossa cultura a evoluírem

Na semana passada, no meu e-mail para vocês, eu sintetizei nossa direção estratégica como uma companhia de produtividade e de plataformas. Ter um foco claro é o começo da jornada, não seu fim. Os passos mais difíceis são criar a organização e a cultura para dar vida a nossas ambições. Hoje eu vou compartilhar mais sobre como nós estamos seguindo em frente. No dia 22 de julho, durante uma conferência pública sobre nosso balanço, eu vou dividir outros detalhes de onde nós estamos focando nossos investimentos em inovação.

O primeiro passo para criar a organização correta para nossas ambições é realinhar nossa força de trabalho. Com isso em mente, nós vamos começar a reduzir o tamanho de nossa força de trabalho em 18000 empregos ao longo do próximo ano. Desse total, nosso trabalho de sinergia e de alinhamento estratégico com a Nokia Devices and Services deve resultar na diminuição de 12.500 empregos, compreendendo tanto de profissionais de escritórios como de nossas fábricas. Estamos agora no caminho de começar a reduzir as primeiras 13.000 posições, e a grande maioria dos funcionários que terá seus empregos eliminados será notificada nos próximos seis meses. É importante notar que enquanto estão eliminando posições em algumas áreas, estão acrescentando posições em certas áreas estratégicas.  Minha promessa para vocês é que nós passaremos por esse processo da maneira mais atenciosa e transparente possível. Nós ofereceremos o pacote de benefícios de demissão para todos os funcionários impactados por essas mudanças, assim como uma ajuda para uma transição de emprego em diversos locais, e todos podem esperar ser tratados com o respeito que merecem por suas contribuições para essa companhia.

Mais tarde, no dia de hoje, nosso líder sênior de equipe irá compartilhar mais sobre o que podemos esperar em nossa organização. Nossas reduções em força de trabalho são principalmente motivadas por duas razões: simplificação do trabalho assim como integração de sinergias e de alinhamento estratégico com a Nokia Devices and Services.

Primeiramente, vamos simplificar o modo como trabalhamos para conseguirmos mais responsabilização, nos tornarmos mais ágeis e nos movermos mais rapidamente. Como parte da modernização dos nossos processos de engenharia, as expectativas que temos em cada uma de nossas disciplinas vai mudar. Além disso, nós planejamos ter menos camadas de gerenciamento, tanto de cima para baixo quanto para os lados, para acelerar o fluxo de informação e o processo de tomada de decisões. Isso inclui planificar organizações e incrementar o o controle dos gestores de pessoas. Além do mais, nossos processos de negócios e modelos de suporte serão mais eficientes conforme haja mais confiança entre as equipes. O resultado geral dessas mudanças será equipes mais produtivas e impactantes por toda a Microsoft. Essas mudanças afetarão tanto os trabalhadores da Microsoft quanto o staff de vendas. Cada organização está começando em pontos diferentes e movendo-se em ritmos diferentes.

Em segundo lugar, nós estamos trabalhando para integrar as equipes da Nokia Devices and Services dentro da Microsoft. Nós vamos implantar as sinergias com as quais  nos comprometemos quando anunciamos a aquisição, em setembro passado. O portfólio de telefones irá alinhar-se à direção estratégica da Microsoft. Para vencermos na faixa de produtos de maior preço, focaremos na inovação radical que expressa e dá vida ao trabalho digital e à experiência de vida digital da Microsoft.  Além disso, planejamos alterar o design de produtos selecionados Nokia X para que se tornem produtos Lumia rodando o sistema Windows. Isso se soma ao nosso sucesso no espaço dos smartphones acessíveis e se alinha com o nosso foco de aplicativos universais Windows.

Tomar essa decisão de mudar é difícil, mas necessário. Eu quero convidar a vocês ao meu evento mensal de perguntas e respostas amanhã. Espero que possam participar, e espero que vocês me façam qualquer pergunta que passe por suas cabeças. Obrigada por seu apoio enquanto começamos a dar os passos em direção à evolução de nossa organização e nossa cultura.

Satya