Aos poucos, Multiplus diminui dependência da TAM

Ainda assim, 94% dos pontos resgatados por participantes do programa de fidelidade foram feitos para emissão de passagens aéreas

São Paulo – Aos poucos, a Multiplus, administradora do programa de fidelidade da TAM, acredita que está se tornando menos dependente da companhia aérea no que diz respeito ao resgate de pontos. Ainda assim, o resgate de pontos em troca de passagens aéreas corresponde a 94% de todos os resgatados pelos participantes – cerca de 300.000 passagens foram emitidas dessa forma mensalmente no ano passado, quando o faturamento da Multiplus chegou a 1,5 bilhão de reais.

“Essa porcentagem era de 98% no primeiro ano da Multiplus e acrediamos que a tendência é diminuir mais, conforme nossa rede parceiros aumente e as pessoas tenham mais opção para trocar seus pontos por outros serviços de menor valor”, disse Eduardo Gouveia, presidente da Multiplus durante o evento EXAME Fórum, que acontece hoje na capital paulista.

De acordo com o executivo, a empresa já conta com 30 parceiros – Ponto Frio e a rede de postos Ipiranga são alguns deles – mas com um sistema de comportar até 200. “E estamos trabalhando para chegar a esse patamar”, diz ele.

O resgaste de pontos em troca de produtos combinados também tem aumentado. “O que mostra uma mudança de cultura dos brasileiros frente aos programas de fidelidade”, afirma Gouveia. Neste ano, o número de participantes do Multiplus aumentou em 1,5 milhão e chegou a pouco mais de 10 milhões de pessoas.