MRV aprova emissões de CRIs e debêntures

O valor total da captação pode chegar a R$ 202,5 milhões, caso a emissão de CRI seja feita integralmente

São Paulo – O conselho de administração da MRV aprovou uma emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e outra de debêntures nesta quarta-feira.

O valor total da captação pode chegar a R$ 202,5 milhões, caso a emissão de CRI seja feita integralmente, com a venda total dos lotes adicional e suplementar.

No caso da emissão de CRIs, o valor principal da operação é de R$ 75 milhões, que pode chegar a R$ 101,25 milhões caso haja demanda pelos lotes adicional e suplementar.

No entanto, a companhia prevê a conclusão mesmo que haja uma colocação parcial dos títulos, no valor mínimo de R$ 40 milhões.

Já a 10ª emissão de debêntures da MRV terá colocação privada, com captação de R$ 101,25 milhões.

Os papéis terão vencimento de dois anos, e a remuneração oferecida pela companhia é de 102% da variação dos Depósitos Interfinanceiros (DI).