Morre José Cutrale, o;patriarca da laranja

O empresário, que comandava o maior grupo produtor de suco de laranja do mundo, morreu em Araraquara aos 78 anos

José Cutrale Jr., que dominou o mercado mundial de suco de laranja nas últimas décadas, morreu nesta quarta-feira (29/12) no município paulista de Araraquara, aos 78 anos. A causa da morte não foi divulgada. Famoso por ser um negociador implacável com clientes e fornecedores, o empresário tornou-se respeitado mundialmente no ramo da citricultura por ter transformado a Sucocítrico Cutrale na maior fabricante mundial de suco de laranja.

Filho de um imigrante italiano, Cutrale Jr. começou a carreira trabalhando na banca de frutas de seu pai, no Mercado Municipal de São Paulo. Na década de 60, fundou a Cutrale e iniciou suas incursões no exterior. Teve muito sucesso na virada dos anos 60 para os 70, quando geadas devastaram as plantações da Flórida e o preço da laranja disparou. A Cutrale capitalizou-se e acelerou o ritmo de investimentos.

Atualmente, o gigantesco porte de suas operações dificulta avaliações a respeito do patrimônio da família e da empresa. A Cutrale responde por mais de 30% das exportações brasileiras de concentrado de laranja. Conta com cinco fábricas no estado de São Paulo (Colina, Araraquara, Itápolis, Conchal e Uchôa), além de fazendas no Brasil e na Flórida, navios e terminais portuários. A morte de Cutrale Jr. não deverá comprometer o ritmo dos negócios. Há tempos, seu filho José Luiz comanda a empresa. Apesar de afastado do dia-a-dia dos negócios, Cutrale Jr. ainda era influente na estratégia.