Com acordo aprovado, MMX liquida dívida do Porto Sudeste

Segundo diretor-presidente da mineradora de Eike Batista, empreendimento fica pronto em meados de 2014

São Paulo – Carlos Gonzales, diretor-presidente da MMX, anunciou que a companhia de mineração de Eike Batista liquidou sua dívida relativa ao Porto Sudeste após o acordo com a Trafigura e a Mubadala. Segundo ele, a empresa vai anunciar um novo plano de negócios na primeira semana de novembro.

Gonzales informou que o Porto Sudeste terá capacidade para 7 milhões de toneladas de ferro e fica pronto em meados de 2014. “Já no ano que vem, a previsão é de 4 a 5 milhões de toneladas embarcadas”, afirmou Adriana Marques, gerente da companhia.

De acordo com Gonzales, uma expansão da capacidade prevista para acontecer até junho de 2015 deve aumentar a capacidade do porto para até 13 milhões de toneladas.

Acordo

O acordo entre a MMX, a companhia holandesa Trafigura e o fundo árabe Mubadala foi publicado no Diário Oficial na última terça, dia 15. Cada uma das empresas estrangeiras adquiriu 32,5% do Porto Sudeste num negócio de 400 milhões de dólares.

Com a aquisição, a MMX obteve o dinheiro necessário para levar adiante as obras do megaempreendimento, que ficará localizado em Itaguaí (RJ).

No começo do mês, a mineradora de Eike anunciou uma boa notícia: suas reservas nas cidades mineiras de Bom Sucesso e Ibituruna são 23,7% maiores do que o que o esperado.