Microsoft fecha escritório do Skype em Londres e demite 200

O escritório em Londres foi a sede e centro de desenvolvimento do Skype, fundado em 2003, antes de ser adquirido pela Microsoft em 2011, por US$ 8,5 bilhões

São paulo – A Microsoft vai fechar o escritório do Skype em Londres, o que irá causar a demissão de 200 funcionários.

A empresa de tecnologia afirmou que irá unificar posições de engenharia e que algumas funções se tornariam redundantes. Cerca de 400 funcionários trabalhavam no local.

A empresa contratou uma consultoria para ajudar os funcionários afetados pelos cortes. “Estamos profundamente comprometidos a fazer tudo o que pudermos para ajudar aqueles impactados pelo processo”, afirmou ela ao Financial Times.

O escritório em Londres foi durante muitos anos a sede e centro de desenvolvimento do Skype, fundado em 2003, antes de ser adquirido pela Microsoft em 2011, por US$ 8,5 bilhões.

Depois da aquisição, as duas companhias já desenvolveram diversos projetos em conjunto, como o Skype for Business, e integraram áreas, tecnologias, como o Office 365, e equipes.

A partir de agora, as decisões concernentes à empresa de ligações pela internet serão tomadas no escritório da Microsoft em Redmond, Washington.

A notícia do fechamento da sede do Skype, uma das empresas de tecnologia mais fortes de Londres, chega em um momento ruim para o Reino Unido, que está tentando se mostrar um país atrativo para o setor de tecnologia, meses depois que votou para deixar a União Europeia, afirma o The Guardian