Tudo o que você precisa saber antes de montar uma vidraçaria

Deseja abrir seu próprio negócio e montar uma vidraçaria? É necessário ter alguns cuidados antes de fazer esse investimento, pois este é um ramo delicado que envolve principalmente a segurança e satisfação dos seus clientes.

Confira tudo o que você precisa saber antes de montar uma vidraçaria!

1. Conhecimento técnico é essencial

Tomando como exemplo o fundador da Resolvidros Vidraçaria Campinas, Alexandre Gomes dos Santos, que possui 29 anos de experiência, é fundamental sempre contratar funcionários com experiência no mercado.

Afinal, a instalação de vidros não é um serviço simples que qualquer profissional realiza.

Por isso, Alexandre Gomes conta que busca sempre contratar profissionais com no mínimo 25 anos de experiência para assegurar o máximo possível a qualidade do serviço prestado.

Além disso, antes dele abrir sua vidraçaria, ele trabalhou em diversas empresas como funcionário contratado ou como freelancer, adquirindo habilidades essenciais para gerenciar seu negócio e realizar um trabalho de qualidade.

Por isso, lembre-se de adquirir o máximo de conhecimento técnico antes de abrir sua empresa.

2. Conheça a concorrência

Como em qualquer mercado, você deve conhecer quem são seus principais concorrentes na região e em cidades próximas.

Avalie nos concorrentes os seguintes fatores:

  • Existe algo em comum na localização da concorrência?
  • Quais são as condições de pagamento e prazo que ela oferece?
  • Ela oferece serviços adicionais como entrega em domicílio, garantia estendida, etc?
  • Qual é a média de preços praticada?

Baseando-se nessas informações você terá um norte para começar sua vidraçaria sem se distanciar tanto do mercado.

Essa análise também é essencial para observar o que falta entre os concorrentes e oferecer um diferencial.

3. Investimento inicial

Para montar uma vidraçaria de porte grande, tenha pelo menos R$ 40 mil de investimento, mas para começar com porte pequeno, até R$ 15 mil é o suficiente.

Esses valores incluem: contratação, compra de equipamentos e estoque, mas faça um planejamento incluindo os gastos fixos mensais também.

4. Localização e estrutura

Após analisar a concorrência, escolha a localização e a estrutura da sua vidraçaria.

É necessário ter um local com área de atendimento e showroom, área para corte e processamento de pedidos, um depósito e um pequeno escritório para a administração.

Lembre-se que nem sempre “mais” quer dizer qualidade.

A Resolvidros, por exemplo, reduziu seu número de funcionários a fim de ter mais controle da gestão de qualidade e entregar um serviço melhor.

Portanto, analise a sua necessidade em tamanho e estrutura, quantos funcionários contratar, entre outros.

Preze sempre por um serviço de qualidade em vez de volume.

5. Equipe técnica

Após selecionar a localização e estrutura, o investimento principal é na equipe, que deve ter:

  • 1 Técnico;
  • 2 Montadores;
  • 1 Auxiliar de montagem;
  • 1 Auxiliar de limpeza;
  • 1 Auxiliar administrativo;
  • 2 Atendentes.

É fundamental capacitar toda a equipe, mesmo que isso demande um tempo de treinamento, pois todos devem estar alinhados com os objetivos e funções da empresa.

6. Invista na presença online

Como com qualquer outra empresa, você deve investir em sua presença na internet, seja nas redes sociais ou no Google.

A maior vantagem da internet é que ela permite que os clientes avaliem e comentem com sinceridade sobre os serviços oferecidos por uma marca.

Porém, isso pode criar problemas para sua vidraçaria se não houver um gerenciamento dos comentários e respostas para os clientes.

Por isso, leia todos os comentários de quem já usou o serviço e sempre entre em contato com pessoas que deixaram avaliações ruins, buscando resolver o problema.