Tradução juramentada é cada vez mais necessária no mundo dos negócios

Com o desejo das empresas brasileiras em fazer negócios estrangeiros e dos estrangeiros em fazer negócios aqui, torna-se imprescindível ter ao lado tradutores juramentados. Esses profissionais são os únicos que podem transpor o conteúdo para outro idioma, de forma oficial.

Diferentemente de um tradutor comum, o tradutor juramentado deve passar por um concurso público em uma junta comercial para garantir a fé pública. Um documento traduzido por esse profissional do português para o inglês por exemplo,tem validade nos Estados Unidos, Reino Unido e em diversos outros países de língua inglesa.

Como as negociações entre os países não param de crescer, o mercado está a todo vapor. De acordo com o CEO da Fast Translation, Allan Avila, há muitas chances nesse setor, principalmente para quem presta um bom trabalho.

O segredo da sua empresa, que cresceu cerca de 500% em apenas dois anos, é exatamente esse. “Os depoimentos dos nossos clientes foram muito impactante para crescermos, pois eles atraíram novos clientes”, afirma o empresário.

Atualmente, para atuar com tradução juramentada o interessado não precisa ter uma formação específica. Porém, é preciso ser habilitado via concurso público por uma Junta Comercial. Habilidades como foco no trabalho, ética e profissionalismo são fatores essenciais, pois é um serviço que exige muita confiança.

Se um cliente contratar a tradução e gostar do que foi entregue, as chances de voltar a contar com o mesmo profissional ou empresa são grandes. Da mesma forma, ele poderá indicar para outras pessoas o serviço que aprovou. Essa é a receita de sucesso da Fast Translation que, além da tradução juramentada, realiza ainda tradução técnica/livre e interpretação juramentada.