Franquia de café especial tem baixo custo e retorno a partir de 3 meses

De acordo com especialistas do setor, investir em franquia é mais seguro do que abrir um negócio próprio. Modelo de negócio já testado, marca estabelecida no mercado, a assistência e treinamento contínuo aos franqueados são alguns fatores que contribuem para a afirmação. Importante também é saber quando o investimento inicial retornará.

No caso da rede de cafés especiais Cheirin Bão, franquia especializada em produtos mineiros, o retorno tem como previsão a partir de 3 até 11 meses para o modelo de quiosques com o investimento de R$ 79 mil. Criada em 2014, atualmente a rede já tem mais de 30 lojas e quiosques nos estados de SP, BA, CE, MA, AP, MG, PR, RJ, RS, SC, MS e SE. O bom desempenho reforça a perspectiva da Associação Brasileira da Indústria do Café (Abic) – até 2019 o consumo de café especial deve triplicar.

Outro dado interessante é que surgiram, em média, duas redes de cafeterias por ano, entre 2013 e 2016, totalizando 40 franquias do setor no país, segundo levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Com o intuito de popularizar o consumo de café especial no país, a empresa oferece uma xícara de 70 ml de café por R$ 4,50 a R$ 5,50 e o pacote de 250 gramas é vendido entre R$ 20 e R$ 24 e por estar localizada no Sul do Estado de MG, a empresa adquire cafés de produtores com certificação da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, sigla em inglês).