Metade das maiores empresas no mundo publicam balanços sociais

Em 1993, essa era uma prática apenas em 13% das maiores empresas. Hoje já são 52%, diz estudo da KPMG

Cada vez mais empresas têm prestado contas a seus acionistas e à sociedade sobre seu desempenho social. Uma pesquisa da consultoria KPMG, em parceria com a Universidade de Amsterdã, revelou que 52% das maiores companhias do mundo divulgam regularmente relatórios sobre responsabilidade social e ambiental. Em 1993, quando o primeiro estudo foi realizado, esse número era de apenas 13%.

O conteúdo dos relatórios vem mudando drasticamente, principalmente desde 1999. Até então, as empresas preocupavam-se basicamente com assuntos ambientais, mas hoje observa-se que muitos desses documentos trazem, ainda, informações sobre a perfomance da empresa nos âmbitos social e econômico.

Muitas dessas companhias têm preferido publicar seus balanços sociais separadamente. O país líder nessa prática é o Japão, onde 80% das empresas entrevistadas afirmaram ter publicações indepentendes.

A KPMG utilizou, como base para a pesquisa, a lista das 250 maiores empresas em faturamento, segundo a revista Fortune. A pesquisa confirmou que a responsabilidade social no mundo corporativo é uma prática bem mais comum entre empresas multinacionais do que nas companhias locais.