Manifestantes frustram reunião da Air France

Suspensão do encontro ocorreu devido à chegada de pessoas 'alheias' à reunião; nela, seriam informadas mudanças na empresa para a companhia

Paris – Uma reunião da direção da Air France com representantes dos funcionários para informar os novos planos trabalhistas da companhia foi interrompida nesta sexta-feira após um grupo de pessoas entrar no local do encontro e expulsar os diretores.

Uma porta-voz da Air France explicou à Agência Efe que a suspensão do encontro ocorreu devido à chegada de pessoas ‘alheias’ à reunião. Segundo essa fonte, a situação foi se agravando após o ocorrido e terminou com a expulsão dos diretores.

A porta-voz explicou que na reunião seriam informadas mudanças na empresa para a companhia ganhar em competitividade e se recuperar dos resultados negativos dos últimos trimestres.

Frente à crise econômica e a concorrência com as empresas populares, a Air France pretende renegociar contratos trabalhistas com seus funcionários.

A companhia foi a principal afetada nesta semana pela paralisação de quatro dias dos sindicatos de transporte aéreo franceses contra um projeto de lei do governo que obriga os funcionários que forem fazer greve a anunciar sua intenção com 48 horas de antecedência.

A paralisação, realizada entre segunda-feira e quinta-feira, provocou a suspensão de mil voos. A Air France avaliou que o protesto custou entre oito e dez milhões de euros aos cofres da empresa.