Grupo holandês faz contato para aquisição da Braskem, diz jornal

Segundo o jornal Wall Street Journal, uma oferta poderia avaliar a Braskem como valendo bem mais que 10 bilhões de dólares

São Paulo – O grupo holandês Lyondellbasell fez uma aproximação para aquisição da petroquímica brasileira Braskem, publicou o jornal Wall Street Journal nesta segunda-feira.

Segundo o jornal, uma oferta poderia avaliar a Braskem, maior petroquímica das Américas, como valendo bem mais que 10 bilhões de dólares, o que fazia as ações da companhia brasileira dispararem na B3.

Às 15:54, as ações da Braskem estavam em leilão, após atingirem alta de 11,86 por cento. O Ibovespa recuava 1,9 por cento no horário.

O jornal, que citou fonte com conhecimento do assunto, publicou que as negociações estão em estágio inicial e que não há garantia de que um acordo será alcançado.

A Braskem é controlada atualmente pela Odebrecht, que possui 50,1 por cento das ações com direito a voto. A Petrobras possui 47 por cento do capital votante da petroquímica.

Representantes de LyondellBasell e Petrobras não puderam comentar o assunto imediatamente. A Odebrecht não se manifestou de imediato, e a Braskem preferiu não se pronunciar.