Lucro líquido da Weg sobe para R$285 mi no 1º trimestre

A fabricante de motores elétricos e tintas industriais registrou alta de 10,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado

São Paulo – A fabricante de motores elétricos e tintas industriais Weg registrou lucro líquido de 285 milhões de reais no primeiro trimestre, alta de 10,6 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, mas com aquisição e novos negócios impactando a margem.

Já o resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) somou 379,71 milhões de reais, 14,7 por cento acima do registrado um ano antes.

A margem Ebitda, no entanto, recuou para 14,9 por cento nos três primeiros meses deste ano, ante 15,5 por cento um ano antes. Segundo a empresa, o resultado da margem veio dentro do esperado e a queda reflete os impactos da aquisição da WEG Transformers USA e o crescimento rápido dos novos negócios, como geração solar, “ainda em maturação e com característica de margens operacionais mais baixas”.

No primeiro trimestre, as despesas de vendas, gerais e administrativas (VG&A) consolidadas somaram 372 milhões de reais, 16,9 por cento acima do gasto em igual período do ano anterior. O montante representou 14,6 por cento da receita operacional líquida do trimestre, queda de 0,3 ponto percentual em relação ao mesmo período do ano passado.

A receita operacional líquida foi de 2,55 bilhões de reais de janeiro a março, representando um crescimento de 19,6 por cento em relação ao mesmo período de 2017.

“No Brasil, o crescimento (da receita) foi impulsionado pela melhora da conjuntura econômica e pela maior participação de novos negócios na receita, como por exemplo as usinas de energia solar”, disse a empresa em comunicado.

Já no exterior, a expansão da receita permanece concentrada nas vendas de equipamentos de ciclo curto, embora a Weg já observe algumas oportunidades em projetos que demandam equipamentos de ciclo longo.