Lucro do Facebook no 3º tri ultrapassa US$ 6 bilhões e supera expectativas

O número de usuários da plataforma registrou uma alta de 8% em um ano e chega a 2,45 bilhões

O Facebook  anunciou nesta quarta-feira receita trimestral acima do esperado e um aumento no lucro, à medida que o crescimento das despesas desacelerou em relação ao ano anterior e o número de usuários aumentou, amenizando temores dos investidores sobre as consequências do escrutínio de reguladores e parlamentares.

A plataforma registrou um volume de negócios de 17,65 bilhões de dólares, uma alta de 29% ao ano, e com lucro líquido de mais de 6,10 bilhões de dólares. Um ano antes o resultado havia sido de 5,14 bilhões de dólares, ou 1,76 dólar por papel.

Os lucros por ação, de 2,12 dólares para o período julho-setembro, superam o de 1,91 dólar esperado pelos analistas. O título fechou com alta de 2,31% na Bolsa de Nova York.

No trimestre, a empresa registrou 2,8 bilhões de usuários mensais e 2,2 bilhões de usuários diários no Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp, ambos ligeiramente superiores ao trimestre anterior. O próprio Facebook tinha 1,62 bilhão de usuários diários, contra estimativas de 1,61 bilhão. Os usuários ativos mensais subiram para 2,45 bilhões, em linha com as estimativas, segundo dados do IBES do Refinitiv.

“Nos concentramos nos progressos que estamos fazendo sobre assuntos sociais importantes e na construção de novas experiências que melhorem a vida das pessoas no mundo”, comentou o diretor-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg.

Nos últimos três anos, o Facebook enfrentou hostilidade crescente de usuários e legisladores sobre o tratamento de dados dos usuários e sua incapacidade de garantir a integridade de seus feeds de notícias. Também enfrenta crescentes desafios regulatórios à medida que as autoridades dos EUA investigam se adotou práticas anticoncorrenciais.

O projeto de criptomoeda do Facebook, Libra, fracassou nas últimas semanas, em meio a críticas de parlamentares e reguladores em todo o mundo por temer que isso possa ajudar a lavagem de dinheiro e prejudicar o sistema financeiro global. As despesas totais do Facebook no terceiro trimestre foram de 10,5 bilhões de dólares, um aumento de 32% em comparação com o ano anterior. A margem operacional do terceiro trimestre foi de 41%, ante 42% no ano anterior.

(Com AFP e Reuters)