Lucro da Thomson Reuters supera previsão e receita cresce

A Thomson Reuters, controladora da Reuters News, compete por clientes financeiros com a Bloomberg, assim como a Dow Jones, unidade da News Corp

A Thomson Reuters divulgou lucro trimestral acima do esperado nesta quinta-feira e disse esperar que sua receita avance na casa de um dígito baixo em 2016.

Ajustado para eventos não recorrentes – um indicador de crescimento futuro, marcando o sétimo trimestre consecutivo de vendas líquidas positivas na divisão. A receita da unidade foi de 1,53 bilhão de dólares ou cerca de metade das vendas totais da empresa.

A Thomson Reuters, controladora da Reuters News, compete por clientes financeiros com a Bloomberg, assim como a Dow Jones, unidade da News Corp.

A empresa disse que pretende recomprar cerca de 1,5 bilhão de dólares em ações, tendo concluído amplamente recompra anterior de 1 bilhão de dólares.

Para 2016, a companhia espera crescimento da receita de 2 a 3 por cento, assumindo taxas de câmbio constantes frente 2015.

A previsão exclui a receita da área de propriedade intelectual e ciência, que espera vender no segundo semestre deste ano.

A Thomson Reuters anunciou em novembro que estava explorando opções estratégicas para o negócio, que fornece informações de propriedade intelectual e científica, assim como ferramentas associadas e serviços a governos, universidades e empresas. O segmento teve receita de 1 bilhão de dólares em 2015.