Lucro da Natura mais do que dobra no 3º trimestre e vai a R$ 132,8 milhões

Resultado da companhia foi impulsionado por despesas financeiras menores e firme resultado operacional

São Paulo – A fabricante brasileira de cosméticos Natura teve lucro líquido consolidado de 132,8 milhões de reais no terceiro trimestre, mais que dobro do resultado apurada um ano antes, impulsionada por despesas financeiras menores e firme resultado operacional.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) avançou 7,2 por cento entre julho e setembro, para 478,8 milhões de reais.

A Natura ainda apurou receita líquida consolidada de 3,24 bilhões de reais no terceiro trimestre, alta de 37,1 por cento ano a ano, e a margem bruta aumentou 240 pontos base, para 73,3 por cento. Só no Brasil, a companhia registrou um crescimento de 9,4 por cento nas vendas e margem bruta de 70,3 por cento.

Ao mesmo tempo, os gastos totais com vendas, marketing e logística aumentaram 55,8 por cento na mesma comparação, para 1,534 bilhão de reais, enquanto a despesa financeira líquida caiu 40,5 por cento, para 163,9 milhões de reais.

Ao fim de setembro, a Natura acumulava uma dívida líquida de 5,76 bilhões de reais, 3,8 por cento maior em relação ao terceiro trimestre de 2017. Contudo, a alavancagem medida pela relação dívida líquida sobre Ebitda caiu a 3,27 vezes, de 3,52 vezes um ano atrás.