Lucro da Microsoft recua 3,7% e soma US$ 6,38 bilhões

Menores vendas nas divisões de software e entretenimento da empresa puxaram o lucro líquido para baixo

O lucro líquido da Microsoft recuou 3,7% no segundo trimestre fiscal, para US$ 6,38 bilhões, ou US$ 0,76 por ação, conforme anúncio da companhia nesta quinta-feira.

O resultado, abaixo do lucro líquido de US$ 6,62 bilhões (US$ 0,78 por ação) registrado há um ano, reflete as vendas mais fracas nas divisões de software e entretenimento, embora as receitas nos negócios com Windows tenham melhorado. Analistas pesquisados pela Thomson Reuters projetavam lucro de US$ 0,75 por ação para o resultado trimestral da Microsoft.

Excluindo o impacto das receitas diferidas e reconhecidas pela pré-venda do Windows 8, o lucro ajustado da gigante de software foi de US$ 0,81 por ação no trimestre. A receita, projetada pelo mercado em US$ 21,53 bilhões, ficou abaixo do esperado, em US$ 21,46 bilhões no segundo trimestre fiscal, embora tenha crescido 2,7% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

O segundo trimestre fiscal foi o primeiro a incluir, no resultado da companhia, as vendas do novo sistema operacional Windows 8 e seu tablet Surface, ambos lançados em outubro. As informações são da Dow Jones.