Lucro da espanhola Telefónica cai 1,9% no 1º trimestre

Valor total do ganho da empresa no começo de 2011 foi de 1,62 bilhão de euros

Madri – A espanhola Telefónica registrou queda de 1,9% em seu lucro líquido no primeiro trimestre deste ano, para 1,62 bilhão de euros (US$ 2,31 bilhões), ante 1,66 bilhão de euros no mesmo período do ano passado. O resultado, pressionado pelas margens menores e pelo aumento das despesas operacionais da empresa de telefonia, ficou abaixo da previsão de 1,72 bilhão de euros dos analistas.

Segunda maior companhia de telecomunicações da Europa em valor de mercado, atrás apenas da britânica Vodafone, a Telefónica informou que sua receita cresceu 11% no primeiro trimestre, para 15,44 bilhões de euros. Porém, as vendas na Espanha tiveram queda de 5,6%.

Na divisão da América Latina, a receita da Telefónica aumentou 26%, embora o resultado tenha sido afetado pela consolidação total da brasileira Vivo Participações, que foi adquirida no ano passado por meio de um complexo acordo com a Portugal Telecom.

As despesas operacionais da Telefónica cresceram 13% no primeiro trimestre, para 10,18 bilhões de euros. O lucro operacional antes de depreciação e amortização (Oibda) aumentou 9%, para 5,57 bilhões de euros. A margem Oibda, no entanto, caiu para 36,1%, ante 36,7% no mesmo período do ano passado.

Após a divulgação do balanço, Rene Schuster, executivo-chefe da divisão alemã da Telefónica, destacou o Brasil em uma entrevista. “A Telefónica definiu três motores para seu crescimento: Brasil, México e Alemanha”, disse. As informações são da Dow Jones.