Lucro da EcoRodovias avança 42,7% no 1º trimestre

Foram R$ 98 milhões de lucro líquido ante R$ 68,7 milhões no mesmo período no ano passado

A EcoRodovias registrou um lucro líquido comparável de R$ 98 milhões no primeiro trimestre de 2017, um aumento de 42,7% em relação ao resultado apurado entre janeiro e março de 2016, de R$ 68,7 milhões.

O lucro líquido comparável exclui o efeito da baixa dos ativos mantidos para venda da Elog no trimestre.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) pró-forma, isto é, excluindo a receita e o custo de construção e de provisão para manutenção, chegou a R$ 442,7 milhões nos primeiros três meses desse ano, um aumento de 10,7% na comparação anual. A margem Ebitda pró-forma comparável ficou em 66,8%, estável entre os períodos.

Segundo a empresa, a evolução no Ebitda pró-forma foi influenciada pela melhora do resultado das concessões rodoviárias – o Ebitda desse segmento avançou 14,8% em um ano, totalizando R$ 446,5 milhões entre janeiro e março.

Por outro lado, os Ebitdas do Ecoporto Santos e de Serviços e Holding ficaram negativos em R$ 1,8 milhão e R$ 2 milhões, respectivamente.

A receita líquida pró-forma, por sua vez, totalizou R$ 662,7 milhões nos três primeiros meses do ano, um aumento de 10,7% ante os R$ 598,9 milhões contabilizados no mesmo intervalo do ano anterior – a linha exclui a receita de construção.

O resultado financeiro da EcoRodovias no trimestre ficou negativo em R$ 128,7 milhões, montante 17,7% menor que o verificado há um ano, quando o resultado foi negativo em R$ 156,4 milhões.