Lucro da Cosan cresce puxado por resultados da Comgás

A venda da Cosan Alimentos e a consolidação dos resultados da Comgás contribuíram de forma positiva para o crescimento de 264,9% do lucro líquido no terceiro trimestre

São Paulo – O diretor vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores da Cosan, Marcelo Martins, disse que a venda da Cosan Alimentos e a consolidação dos resultados da Comgás contribuíram de forma positiva para o crescimento de 264,9% do lucro líquido no terceiro trimestre ano safra 2013, encerrado em 31/12/2012, comparado ao mesmo intervalo de 2012, para R$ 342,3 milhões.

“A venda da participação da Cosan Alimentos teve impacto positivo de R$ 173 milhões no resultado”, disse o executivo, nesta quinta-feira.

Como a compra da Comgás foi concluída no começo de novembro de 2012, Martins explicou que a Cosan consolidou em seu balanço dois meses dos resultados da concessionária paulista.

A partir de agora a Cosan irá consolidar 100% do resultado da Comgás em seus resultados trimestrais. “O resultado também refletiu a melhora de performance de todos os negócios da companhia”, complementou.

Raízen

A ampliação do período de moagem da cana-de-açúcar foi responsável pelo aumento da produção de açúcar e de etanol pela Raízen Energia, do grupo Cosan, no terceiro trimestre de 2013, avaliou Martins.

No período, o total foi de 17,8 milhões de toneladas de cana, 117,1% acima do que em igual período de 2012, quando a empresa registrou 8,219 milhões de toneladas.