Lucro da BRF cresce 527% no 1º trimestre

Empresa fechou o primeiro trimestre com receita líquida de 6 bilhões de reais

São Paulo – A BRF encerrou o primeiro trimestre de 2011 com lucro líquido de 383 milhões de reais. O valor é 527% superior ao do primeiro trimestre de 2011. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação)  foi de 816,4 milhões de reais, a margem foi de 13,6%.

A empresa destacou, entre os fatores que contribuíram para o resultado, o acerto na estratégia de aquisição de insumos em um ambiente de alta de commodities; a melhoria na gestão de custos e despesas operacionais da empresa; a continuidade da captura de sinergia nas áreas autorizadas pelo CADE e a melhoria na performance no mercado externo. O mercado externo foi a divisão que mais contribuiu para o aumento de 4,8 pobntos percentuais na margem ebitda, segundo a empresa. 

A receita líquida da BRF foi de 6 bilhões de reais no trimestre. O valor é 19,3% superior ao do primeiro trimestre de 2011. As vendas no mercado interno aumentaram 20,4% e somaram 3,6 bilhões de reais.  Em volumes o crescimento chegou a 13%. Os investimentos da empresa no primeiro trimestre chegaram a  278 milhões de reais. 

Os investimentos foram destinados para projetos de melhoria, reposição e produtividade, As maiores parcelas destinaram-se as unidades de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e Centro-Oeste, além da cadeia logística e de suprimentos. A empresa informou que o ritmo de aplicação dos recursos do capex segue aquém do planejado, enquanto a BRF espera o julgamento do CADE.

A receita com exportações foi de 24 bilhões de reais. O valor é 17,7% superior ao primeiro trimestre de 2011, acumulando 549.900 toneladas.