Lucro da BP cai quase pela metade no 3º tri, a US$ 1,23 bi

O lucro foi prejudicado por despesas de US$ 426 milhões relacionadas ao vazamento de petróleo no Golfo do México, em 2010, e por gastos de reestruturação

Londres – A petrolífera britânica BP anunciou hoje que teve lucro com custo de reposição de US$ 1,23 bilhão no terceiro trimestre deste ano, representando quase metade do ganho de US$ 2,39 bilhões registrado em igual período do ano passado.

O lucro/prejuízo com custo de reposição é semelhante ao lucro/prejuízo líquido divulgado por petrolíferas norte-americanas.

O lucro da BP foi prejudicado por despesas de US$ 426 milhões relacionadas ao vazamento de petróleo da plataforma Deepwater Horizon, no Golfo do México, em 2010, e por gastos de reestruturação de US$ 151 milhões ligados à queda nos preços do petróleo.

A empresa estima que as despesas acumuladas de reestruturação deverão somar cerca de US$ 2,5 bilhões no período iniciado no quarto trimestre de 2014 até o fim de 2016.

A BP também anunciou um plano para lidar com a fraqueza do petróleo, que envolve a redução de custos e gastos até um ponto em que petrolífera possa realizar investimentos de capital e pagar dividendos até 2017, considerando-se a cotação do petróleo a US$ 60 por barril.

A BP informou que pretende manter seus investimentos de capital entre US$ 17 bilhões e US$ 19 bilhões nos próximos dois anos e reduzir os custos em mais de US$ 6 bilhões em relação ao ano passado.

Logo após a abertura da Bolsa de Londres, às 6h (de Brasília), as ações da BP operavam em alta de 1,5%. Fonte: Dow Jones Newswires.