Lloyds cortará mais 9 mil postos e fechará 150 agências

O número representa um décimo do total de funcionários

Londres – O banco britânico Lloyds anunciou nesta terça-feira seus planos para reduzir mais 9 mil postos de trabalho nos próximos três anos, o que representa um décimo do total de funcionários, informou hoje a entidade.

Além disso, o banco afirmou que fechará 150 agências durante esse período em comunicado remitido à Bolsa de Londres, no qual o Lloyds expôs seu plano estratégico e apresentou seus resultados financeiros, com um lucro bruto de 1,614 bilhão de libras (2,047 bilhões de euros) registrado durante os últimos nove meses, até o último dia 30.

Os cortes anunciados hoje se somarão aos 30 mil já executados desde o resgate do banco britânico durante a crise de 2008 e aos outros 15 mil anunciados em um plano em 2011.