Lemann e Buffet discutiram sobre Heinz há 8 semanas

A operação de aquisição da Heinz pela 3G Capital, de Jorge Paulo Lemann, e por Buffett foi proposta em um jantar em Pittsburgh

Nova York – O investidor Jorge Paulo Lemann, sócio da gestora 3G Capital, procurou o megainvestidor Warren Buffett há oito semanas para propor a aquisição da empresa de alimentos Heinz, disseram os executivos da companhia em uma teleconferência com a imprensa nesta quinta-feira, da qual participaram o presidente e CEO da Heinz, William Johnson, e o sócio da 3G, Alex Behring.

Com a concordância de Buffett, dono da Berkshire Hathaway, os fundos procuraram a Heinz para propor a operação, em um jantar em Pittsburgh, sede da empresa. Johnson disse que o objetivo da operação é tornar a fabricante de alimentos, famosa pelo seu ketchup, uma empresa maior e mais global.

A aquisição, segundo o CEO da Heinz, abre um novo capítulo na história da empresa de alimentos. Mesmo com a compra, a sede continua em Pittsburgh. A gestão deve ficar com a 3G, mas o executivo não deu detalhes sobre o comando da empresa após a operação.

A 3G Capital foi fundada em 2004 por Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles, e Carlos Alberto Sicupira. A empresa tem escritório em Nova York e Rio de Janeiro. Este é o segundo grande investimento do grupo nos Estados Unidos, que em setembro de 2010 comprou a rede de restaurantes de comida rápida Burguer King, negócio complementar às operações da Heinz, destacaram os executivos na teleconferência.

Lemann foi um dos fundadores do Banco Garantia, vendido para o Credit Suisse em 1998. Também é acionista da cervejaria Ambev.