Latam se movimenta para criar companhia aérea de baixo custo

A empresa chilena, no entanto, ressaltou que o fechamento e a aprovação do negócio ainda não tem um prazo

São Paulo – A Latam está se movimentando juridicamente para eventualmente lançar uma aérea de baixo custo, informou o presidente do Conselho de Administração da empresa, Ignacio Cueto.

Em entrevista ao jornal chileno El Mercurio, Cueto admitiu que a Latam enviou uma carta de intenções à Direção Geral da Aeronáutica Civil (DGAC), regulador da aviação chilena, para criar uma nova companhia, mas ressaltou que não há um prazo para que isso aconteça. A Latam já teria solicitado um certificado de operador aéreo (AOC, na sigla em inglês) à DGAC.

“É necessário ter as ferramentas para que, à medida que vamos definindo o que fazer no futuro, possamos contar com elas. Se amanhã decidirmos que é necessário criar uma nova linha aérea, talvez seria irresponsável não ter avançado”, disse Cueto ao jornal. “Ter o certificado permite que o amanhã seja mais rápido, caso a decisão seja tomada”, destacou.

De acordo com Cueto, criar uma nova linha teria o objetivo de evitar que a Latam seja “contaminada” com elementos do segmento de baixo custo. “Se a Latam nunca será de baixo custo, a nova pode ser”, cogitou.