Latam Airlines perde US$ 113 mi no 3º trimestre de 2015

A receita do grupo chegou a US$ 2,514 bilhão, o que representa uma queda de 19,9%, em relação ao mesmo período do ano anterior

Santiago – A Latam Airlines, a maior companhia aeronáutica da América Latina, registrou perdas de US$ 113 milhões entre julho e setembro deste ano, seu segundo pior resultado trimestral desde a fusão da chilena LAN e a brasileira TAM em 2012, informou nesta sexta-feira a empresa.

A receita do grupo chegou a US$ 2,514 bilhão, o que representa uma queda de 19,9%, em relação ao mesmo período do ano anterior.

A companhia atribuiu este resultado principalmente à desvalorização do real e a uma menor receita em conceito de passageiros e cargas.

A Latam Airlines assinalou que “durante o último período foram realizados grandes ajustes para poder enfrentar o cenário macroeconômico que está afetando as economias dos países sul-americanos, principalmente o do Brasil”.

Com o resultado trimestral, a firma acumulou uma perda de US$ 203 milhões entre janeiro e setembro, abaixo do saldo negativo de US$ 208 milhões anotado em igual período de 2014, número que a empresa justificou pela baixa na receita por passageiros, que diminuíram um 18,1%.

O resultado operacional foi de US$ 120,6 bilhões nos primeiros nove meses do ano, com uma margem operacional de 4,8% e um aumento de um ponto percentual em comparação com o ano passado.

A marca Latam mantém operações internas em Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru.