Laércio Cosentino: depois de olhar para o Brasil, TOTVS quer crescer no exterior

TOTVS foi escolhida a Empresa do Ano da edição especial Melhores e Maiores 2012 de EXAME; em entrevista ao site, Cosentino conta como a companhia planeja se tornar global

São Paulo – Com quase trinta anos de história e a liderança absoluta em softwares de gestão no Brasil, a TOTVS sonha em ser uma empresa global. E vem colocando a mão na massa para chegar lá. Com a meta de triplicar o peso de outros países nas vendas do grupo em um prazo de cinco anos, a empresa criou uma equipe dedicada ao mercado internacional com 300 funcionários.

Olhando pelo retrovisor, no entanto, o presidente e cofundador da companhia, Laércio Cosentino, reconhece que conquistar o Brasil foi fundamental para que a empresa ganhasse musculatura. E a escolha do modelo de franquias para tocar o projeto no fim dos anos 80 teria sido um dos seus principais acertos de gestão.

Depois de multiplicar sua receita líquida por dez na última década e atingir a casa do bilhão em 2011, a TOTVS foi escolhida a Empresa do Ano da edição especial Melhores e Maiores 2012 de EXAME. No programa “Papo com o presidente”, Cosentino conta os maiores desafios da companhia e seus planos de expansão para o futuro: