Kroton reorganiza universidades do grupo

Grupo de ensino superior privilegia marcas com boas reputações e integrará as faculdades

São Paulo – O grupo Kroton está reorganizando as suas faculdades para fortalecer a marca e modernizar todas as instituições.

O maior grupo de ensino superior do mundo, em valor de mercado e número de alunos, está iniciando um processo de integração de todas as instituições educacionais adquiridas ao longo dos últimos anos. As informações são do Valor Econômico.

Em sete anos, o grupo adquiriu 20 faculdades diferentes. Destas, apenas cinco manterão seus nomes: Pitágoras, Unopar, Unic, Unime e Fama.

As outras instituições serão absorvidas por estes grupos a partir de proximidades geográficas.

A empresa responsável por reposicionar as instituições educacionais é a Future Brand. Segundo o sócio da empresa, Hélio Mariz de Carvalho, a Kroton continuará sendo a marca corporativa. “O objetivo é reforçar a credibilidade e reputação das instituições de ensino da companhia e, consequentemente, impactar na marca Kroton”, disse ele ao Valor.

Em 2013, foi anunciado o acordo de associação entre o grupo e a Anhaguera, para formar a maior empresa de educação do mundo. A partir de julho de 2014, as ações da Anhanguera passaram a ser operadas pela Kroton.

No começo deste mês, a Editora Saraiva fechou um acordo com o grupo para desenvolver uma ferramenta de ensino para estudantes de Direito.
Os números do grupo veem um crescimento espantoso. São 1,2 milhão de alunos e o crescimento esperado de matrículas é de 10% a 12% ao ano.

A Kroton anunciou um lucro líquido ajustado de 286 milhões de reais para o período de abril a junho de 2014, alta de 153% na base de comparação anual.

Além disso, nos últimos 12 meses, os papéis da Kroton registram uma valorização de 111%.