Kodak recebe autorização para vender mais de 1.100 patentes

Justiça americana autorizou que companhia faça um leilão de suas patentes - avaliadas em US$ 2,6 bilhões

São Paulo – A Justiça americana autorizou, nesta semana, que a Kodak coloque à venda suas mais de 1.100 patentes. No mês passado, a companhia havia pedido autorização a um tribunal nos Estados Unidos para dar andamento no processo de recuperação de seus negócios.

As patentes são avaliadas em 2,6 bilhões de dólares. O montante deve ajudar a Kodak a se recuperar de uma profunda crise financeira.

No início do ano, a companhia precisou pedir concordata e declarou que precisava de pelo menos 1 bilhão de dólares para se reerguer no mercado.

A venda das patentes é uma das esperanças para que a companhia de fotografia volte a operar de maneira sustentável.

“Estamos satisfeitos que o Tribunal de Justiça tenha nos dado sinal verde para avançarmos com nosso leilão de patentes”, afirmou Timothy Lynch, vice-presidente da companhia, em nota.

O leilão está previsto para acontecer em agosto deste ano. Em comunicado, a companhia reiterou o compromisso de manter no anonimato os nomes dos interessadosnos negócios.

“Conforme anunciado anteriormente, os compradores poderão apresentar propostas confidenciais”, disse a companhia, em comunicado.