Klabin se concentra no seu maior projeto

Construção da fábrica em Ortigueira entra na fase de licenciamento; projeto receberá investimento de R$ 6,8 bilhões

São Paulo – A Klabin, empresa de papel e celulose, está concentrando boa parte dos seus esforços na construção da fábrica de Ortigueira, no Paraná. O projeto é o maior investimento já feito pela companhia e receberá aportes de 6,8 bilhões de reais.

Segundo Miguel Lafer, presidente do conselho de administração da companhia, o projeto está agora na fase de licenciamento. “Está tudo caminhando conforme o previsto”, disse o executivo a EXAME.com.

A nova unidade entra em operação a partir de 2015 e vai aumentar a capacidade de produção da companhia em 1,5 milhão de toneladas de celulose. Com a nova fábrica, a companhia vai conseguir vender celulose ao mercado.

A Klabin foi eleita a melhor companhia do segmento de papel e celulose, na edição especial Melhores e Maiores de EXAME.

Com vendas que superaram a cifra de 2 bilhões de dólares e lucro de quase 95 milhões de dólares, a Klabin deteve mais de 18% do mercado de papel e celulose no Brasil no ano passado.

Neste ano, a companhia já dá sinais que o bom desempenho alcançado em 2011 deve se repetir. No primeiro trimestre do ano, os ganhos da Klabin cresceram 227% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, totalizando 459 milhões de reais.

A receita líquida no primeiro trimestre de 2012 totalizou 969 milhões de reais, crescimento de 1% na comparação com o mesmo período do ano anterior.